A coluna vertebral da mamãe curva-se para frente e as articulações pélvicas começam a relaxar a fim de permitir a passagem do bebê no nascimento. Nessa época, o incômodo em função do tamanho e peso do útero pode aumentar. Aumenta também o apetite! Os famosos “desejos de grávida” podem surgir e caso a mulher não se cuide pode adquirir um excesso de peso. Com o aumento do peso, a mulher fica mais propensa a dores nos pés e pernas, sendo aconselhável descansar com os membros elevados e utilizar calçados confortáveis.

Nesse período, o útero está acima da linha do umbigo. Há um aumento do volume do sangue, à custa de plasma, que pode originar uma diluição do sangue e uma falsa anemia. Neste momento, o médico pode solicitar exames de controle.

Frequentemente a barriga fica dura e a mulher se queixa de uma sensação estranha. São as contrações de Braxton Hicks (contrações indolores), que preparam o útero para o parto normal.

2017 © Todos os Direitos Reservados - Dra. Maria Angélica Belonia

Desenvolvido por KION | Soluções Web