O que é Endometriose?

Endométrio é o nome dado ao tecido que reveste o internamente o útero. Todo mês, caso não ocorra a gravidez, esse tecido descama e origina a menstruação. Além do sangue eliminado pela vagina, toda mulher apresenta também um refluxo da menstruação para dentro do abdome, assim, parte do sangue retorna pelas trompas e cai dentro do abdome.
Quando isso ocorre, o organismo envia células de defesa para absorver esse sangue, uma vez que ele contém células endometriais (provenientes do endométrio).

Mulheres com deficiência na produção de células de defesa acabam fazendo um estimulo crônico da menstruação, sendo que em um determinado momento este sangue que contém células do endométrio acaba se fixando dentro do abdome (tal fixação pode ocorrer no ovário, próximo da bexiga ou do reto). Devido à irritação e ao processo inflamatório que o sangue gera dentro do abdome a paciente sente dores e cólica. Quando acomete o ovário, pode haver a formação de cistos com conteúdo espesso, sugestivo de sangue contido dessas menstruações.

Quais são os sintomas?

  1. Cólica menstrual forte. Em alguns casos a dor é tão intensa que impede a mulher de realizar suas atividades rotineiras, sendo que algumas mulheres chegam a ir ao hospital a fim de receber uma medicação mais forte a fim de aliviar essa dor.
  2. Dor na relação sexual. Em algumas situações a relação sexual é interrompida devido ao desconforto
  3. Dificuldade de engravidar

Aproximadamente metade dos casos de infertilidade feminina são decorrentes da endometriose.

Como diagnosticar?

O diagnóstico é realizado através da história clínica (cólica menstrual, dor na relação e infertilidade) e do exame físico (através do toque pode ser sentido pequenos nódulos e espessamentos). Para maiores informações, o médico pode solicitar a ultrassonografia e o Ca-125, que é um exame de sangue. Pode ainda ser solicitada a Ressonância Magnética de pelve para investigação mais minuciosa da doença. Contudo, o exame que confirma a doença e que serve para o tratamento é uma intervenção cirúrgica – a Vídeolaparoscopia. A Vídeolaparoscopia é uma intervenção cirúrgica realizada sob anestesia geral, através de uma incisão no umbigo é introduzida uma câmera que analisa os órgãos internos como útero, ovários, tubas, bexiga e intestino.

Pela laparoscopia podem ser observados focos de endometriose (pequenos pontos escuros) na superfície do ovário, útero e peritônio. Estes focos são removidos por pinças e é feita a cauterização deles. Os cistos de ovário são aspirados e tratados.

Geralmente as mulheres que não desejam engravidar iniciam após a cirurgia o uso da pílula anticoncepcional sem interrupção para não menstruar. Já as que desejam engravidar devem tentar logo após a cirurgia. Muitas com dificuldade de engravidar precisam de tratamento como a inseminação artificial ou a fertilização “in vitro”.

2017 © Todos os Direitos Reservados - Dra. Maria Angélica Belonia

Desenvolvido por KION | Soluções Web